A Teoria das Quatro Causas de Aristóteles

…temos que examinar as causas, quais e quantas são. Dado que o objeto desta investigação é o conhecer e não acreditamos conhecer algo se antes não estabelecemos em cada caso o “por quê” (que significa captar a causa primeira), é evidente que teremos que examinar tudo que se  refere à geração e à destruição e a toda mudança natural, a fim de que, conhecendo seus princípios, possamos tentar fazer referência a eles em cada uma de nossas investigações.

Neste sentido se diz que é causa (1) aquele constitutivo interno de que algo é feito, como por exemplo o bronze a respeito da estátua ou a prata a respeito da taça, e os gêneros do bronze ou da prata. [É a causa material.]

Em outro sentido (2) é a forma ou o modelo, isto é, a definição da essência e seus gêneros (…) e as partes da definição. [É a causa formal.]

Em outro sentido (3) é o princípio primeiro de onde vem a mudança ou o repouso, como o que quer algo é causa, como é também o pai é causa de seu filho, e de modo geral o que faz algo é causa do que é feito, e o que faz mudar é causa do que é mudado. [É a causa eficiente.]

E em outro sentido (4) causa é o fim, isto é, aquilo para o qual é algo, por exemplo: o caminhar é a causa da saúde. Pois por que caminhamos? Ao que respondemos: para ficar saudáveis, e ao dizer isso cremos ter indicado a causa. E também qualquer coisa que, sendo movida por outra coisa, chega a ser um meio para obter um fim, como os medicamentos e os instrumentos cirúrgicos são meios para obter a saúde. Todas essas coisas são para um fim, e se diferenciam entre si em que umas são atividades e outras, instrumentos. [É a causa final.]

Tais são, portanto, os sentidos em que diz que algo é causa. Mas, como se diz causa em vários sentidos, ocorre também que uma mesma coisa tem várias causas, e não por acaso. Assim, no caso de uma estátua, tanto a arte do escultor [a causa eficiente] quanto o bronze [a causa material] são causas dela, e causas da estátua enquanto estátua e não causas de outra coisa; pois não são do mesmo modo: um é a causa como matéria, outra aquilo de onde provêm o movimento.

Há também coisas que são reciprocamente causas; assim, o exercício é causa do bom estado do corpo, e este é causa do exercício, ainda que não do mesmo modo: o bem estar do corpo é causa como fim, o exercício é causa como princípio do movimento [causa eficiente].

(ARISTÓTELES. Física)

Anúncios
Esse post foi publicado em Sobre a Oficina. Bookmark o link permanente.

15 respostas para A Teoria das Quatro Causas de Aristóteles

  1. Anônimo disse:

    Muito bom, obrigado. Simples e esclarecedor.

  2. Anônimo disse:

    very good.

  3. Anônimo disse:

    Muito bom #trabalho de escola #odeio os filosofos

  4. SABRINA disse:

    GOSTEI,,EXCELENTE

  5. fabiana disse:

    quero um obejto..

  6. Mestre Gandhi disse:

    “Kkk. Filósofos não amam – também não odeiam! Como se nada pudessem – podem tudo! São – como se não fossem! Uma só coisa neste mundo os perturba: a dúvida! (Mestre Gandhi).

  7. raul dandrea disse:

    excelente : o saber é a causa de tudo

  8. glenda disse:

    blz
    Tipo: nao gostto de filosofia sabe, mas o texto eh show

  9. jorgesapia disse:

    Republicou isso em A festa é boa para pensare comentado:
    1) Causa material ou substancial
    2) Causa formal, diz respeito à forma da essência. (
    3) Causa eficiente
    4) Causa final.

  10. Anônimo disse:

    very good

  11. Anônimo disse:

    as causas de Aristóteles são o principio da filosofia

  12. Anônimo disse:

    eu gostei hein

  13. Celex_g disse:

    É bom ser filosofo pork analisa tudo no mundo

  14. Anônimo disse:

    rr

  15. Anônimo disse:

    Bem esclarecedor, todavia falta mais dados da Metáfisica e de termos da filosofia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s