Por que só é possível filosofar em grego e alemão? – por Alexander de Carvalho

A afirmação de que somente é possível filosofar em grego e alemão, escrita por Heidegger em sua tese de doutoramento, sempre foi polêmica. Há alguns anos, Alexander de Carvalho apresentou, no seminário dos alunos de pós-graduação da UERJ, um trabalho brilhante sobre o significado da frase de Heidegger. No trabalho, Alexander não apenas esclarece o significado da expressão, como também indica as suas consequências para a filosofia (e a literatura) praticada em língua portuguesa. O trabalho está disponível no blog do Alexander. Leia, vale a pena.

Anúncios
Esse post foi publicado em Links. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Por que só é possível filosofar em grego e alemão? – por Alexander de Carvalho

  1. Rodrigo Paranhos disse:

    Caro Professor,

    Infelizmente, o endereço eletrônico do trabalho de Alexander de Carvalho, sobre Heidegger, está desativado. Você teria um outro endereço ou poderia depositar o trabalho no Google Docs ou no http://www.4shared.com e me avisar.

    Estou muito interessado no trabalho.

    Obrigado.

  2. absurdidades disse:

    Meu caro, apenas agora percebi que o link está quebrado. Publiquei-o novamente. Você o encontra nesse endereço: http://philosophianarede.blogspot.com.br/2012/05/por-que-so-e-possivel-filosofar-em.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s